Guia da Semana
Restaurantes
Por Anna Thereza de Almeida

Casa Godinho é declarada patrimônio cultural imaterial de São Paulo

O armazém foi aberto em 1888, no centro de São Paulo, e mantém suas características originais até hoje.

Casa Godinho ganhou o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Cidade de São Paulo (Divulgação)

A Casa Godinho, famoso empório de secos e molhados finos, ganhou o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Cidade de São Paulo.

Veja cinco lugares para comer um bom bolo em São Paulo
Conheça seis churrascarias para saborear uma boa carne
Cinco lugares para apreciar uma boa massa

O atendimento à moda antiga – direto no balcão – e o mobiliário da época foram alguns dos fatores que motivaram o Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp) a registrar o estabelecimento. Por isso, os móveis, assim como os detalhes do forro e os balcões da venda, só podem ser alterados com aval do Conselho.

Aberta em 1888 na Praça da Sé, a Casa Godinho migrou na década de 1920 para a Rua Libero Badaró, onde permanece até hoje. O armazém é famoso pelo bacalhau de ótima qualidade, pelas cremosas empadas e pela grande variedade de azeites, cachaças e vinhos. 


Por Anna Thereza de Almeida

Atualizado em 5 Fev 2013.

Mais notícias

Vezpa Pizzas, tradicional e descolada rede carioca, chega a São Paulo; saiba mais

Restaurantes

Paris 6 lança panetones em parceria com Havanna; saiba mais!

Restaurantes

10 restaurantes em São Paulo com espaço a céu aberto

Restaurantes

13 pizzarias que vendem opções integrais, veganas e sem glúten

Restaurantes

Johnny Rockets inaugura nova unidade em São Paulo; saiba mais

Restaurantes

Mr. Cheney oferece 50% de desconto no Dia do Cookie, saiba mais!

Restaurantes