Guia da Semana

Entre Quatro Paredes

Centro Cultural dos Correios apresenta telas inspiradas na filosofia.

Este evento terminou

Entre Quatro Paredes

Data Sáb 01 Jan 2000
até 29 de junho.

Preço(s) Grátis.

Horário(s) terça a domingos, 10h às 19h.

Exposição: Pintura

Centro Histórico de Salvador
Praça Anchieta, esquina com a Rua Inácio Acioli,, 00000-000

Telefone (71) 3321-6665

Uma das obras mais famosas do filósofo e escritor francês Jean-Paul Sartre é referência para a exposição Entre Quatro Paredes, que o artista plástico Maurício Alfaya apresenta no Centro Cultural dos Correios da Bahia, no Pelourinho.

A mostra reúne 20 telas desenvolvidos por Alfaya numa série iniciada em 2003, quando o artista produziu as primeiras obras inspiradas no livro homônimo de Sartre, que retrata a relação de três indivíduos encerrados na eternidade.

Os trabalhos que integram esta exposição, entretanto, são inéditos e foram criados entre 2006 e os últimos meses, representando uma série figurativa em acrílico sobre tela. Nelas a cor é utilizada sem pudor, dando visibilidade ao imaginário do artista através de pigmentos vivos.

Compartilhe

Comentários

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA