Guia da Semana
Shows
Por Ezio Jemma

Bandas de um sucesso só

Você com certeza já ouviu essas músicas, mas não lembra quem toca.

Algumas bandas não conseguem sair do primeiro sucesso (Divulgação)

Quem conhece um pouco do mundo da música sabe que só existe uma coisa mais difícil do que fazer sucesso: mantê-lo. Ter uma sacada genial e explodir uma música nas rádios pelo mundo é um passo importante para a carreira, mas não irá sustentá-la para sempre.

Para você que sabe as letras de cor mas nunca lembra que está tocando, o Guia da Semana separou 10 músicas de bandas que lançaram apenas um sucesso, mas que marcaram nossas vidas de alguma forma.

New Radicals: You Only Get What You Give

É impossível terminar de assistir “Click” sem cantar a música que acompanha os créditos. A energética You Only Get What You Give é aquele típico tema de filme de faculdade americana e traz uma mensagem de positividade e esperança. O sucesso foi tão grande que até mesmo o guitarrista The Edge, do U2, declarou ter inveja de não ter escrito a música.

O título de One Hit Wonder pode parecer injusto para o New Radicals, já que eles também são donos de Someday We´ll Know, canção que fez um relativo sucesso nos EUA. Ainda assim, eles não poderiam ficar de fora da lista.

Mr Big: To Be With You

Sei que muitos vão recalmar da presença do Mr Big nessa lista, especialmente os guitarristas. Dois monstros do instrumento já fizeram parte do grupo: Paul Gilbert (atual) e Richie Kotzen. Mesmo tendo lançado algumas canções de relativo sucesso nos EUA, o Mr Big sempre será lembrado pela incrível Be With You.

Ela chegou ao primeiro lugar nas Américas e na Oceania e ainda foi um dos temas do jogo Rock Band 3. É considerada por muitos um dos melhores refrãos da história do rock.

Natalie Imbruglia: Torn

Torn é o tipo de música que passou por várias vozes ainda de encontrar o sucesso. Composta com a participação de Phil Thornalley, ex-baixista do The Cure, Torn chegou às rádios de todo o mundo em 1997 na voz de Natalie Imbruglia. A música chegou ao 1º lugar das paradas em países como Reino Unido, EUA, Dianamarca e Brasil. A última notícia que se tem de Natalie foi sua participação como jurada do X-Factor em 2010.

Blind Melon: No Rain

O Blind Melon se tornou um dos grandes representantes do rock alternativo da década de 90 por conta do seu sucesso No Rain. A levada folk e relaxada que a música traz conquistou os primeiros lugares nos EUA e no Canadá. O clipe também foi um dos mais executados do ano. A morte do vocalista Shannon Hoon em 1995 fez com que a banda parasse, retornando apenas em 2006.

Extreme: More Than Words

Se você toca violão com certeza já se pegou tirando a viciante batida de More Than Words, do Extreme. Apesar de ser uma banda de funk metal, o maior sucesso do grupo veio na versão violão e voz, fato que gerou até mesmo desconforto entre os membros. A dupla Nuno Bettencourt (violão) e Gary Cherome (vocal) conduzem a canção.

4 Non Blondes: What’s Up (What’s Going On)

Lembra da 4 Non Blondes? Provavelmente não. Mesmo assim você com certeza já ouviu What’s Up (What’s Going On), seu maior sucesso. O famoso Hey Hey Hey do refrão gruda como chiclete na cabeça e é um grande desafio para os cantores. Sua popularidade foi muito grande em todos os países da Europa, sendo um pouco menos nos EUA.

SemiSonic: Closing Time

Outro clássico dos filmes de comédia romântica é a melancólica Closing Time, da banda Semisonic. Quem assistiu ao Flash Mob no final de “Amizade Colorida” com certeza se lembra dela. A letra fala sobre o momento em que os bares fecham e da última chance de sair acompanhado de algum deles. Desde o sucesso, o Semisonic não apareceu mais no cenário mundial.

Daniel Powter: Bad Day

2005. Com certeza esse foi o melhor ano da vida de Daniel Powter. O single Bad Day se espalhou pelo mundo, tocando incansavelmente aqui mesmo no Brasil, inclusive. Hoje, aos 43 anos, Powter ainda colhe os frutos desse sucesso, mas não fez nada que chegasse perto dele.

The Verve: Bittersweet Simphony

Bittersweet Simphony é o tipo de obra prima que se faz apenas uma vez na vida. A melodia de violinos do início é uma das mais simples e belas que já ressoaram pela cultura pop mundial. O curioso é que essa melodia não é composição da banda, mas sim de um arranjo da Andrew Oldham Orchestra para a música The Last Time, dos Rolling Stones.

O The Verve é outro grupo que abre discussão para a denominação de One Hit Wonder. Eles também lançaram “Lucky Man”, que tocou bastante nas rádios e em alguns filmes, mas nada próximo do estrondoso sucesso de Bittersweet Simphony.

Hoobastank: The Reason

O Hoobastank é um dos casos mais recentes de One Hit Wonder. O clássico clipe da menina sendo atropelada como distração para um assalto passou incansavelmente nas TV´s de todo o mundo. Ela chegou ao primeiro lugar em países como México e Itália, tendo sida indicada ao Grammy de música do ano em 2005. 


Por Ezio Jemma

Atualizado em 5 Dez 2014.

Mais notícias

Rock in Rio 2019: venda dos ingressos para público geral começa nesta quinta-feira, 11 de abril; saiba mais!

Shows

Tudo que você precisa saber para curtir o Lollapalooza 2019

Shows

Lollapalooza Brasil 2019: dicas preciosas para curtir o festival ao máximo

Shows

Sandy e Junior anunciam mais dois shows extras em São Paulo em Outubro; saiba mais!

Shows

Álbum "Kisses", da Anitta, é divulgado; Assista a todos os clipes – e entenda cada um deles

Shows

Mais de 12 shows imperdíveis em São Paulo em abril de 2019

Shows