Guia da Semana
Shows
Por Anderson Nascimento

Milton Nascimento celebra 50 anos de estrada em São Paulo

Ao lado do parceiro Lô Borges e da fã Sandy, "Bituca" emociona público paulista.

Milton Nascimento revive o Clube da Esquina ao lado do amigo Lô Borges (Taiz Dering)

Uma noite histórica. Na última sexta, 3, o público paulista presenciou um momento único de celebração. Milton Nascimento, um dos grandes interpretes da música brasileira, comemorou 50 anos de carreira no HSBC Brasil ao lado de antigos e novos parceiros.

>> Confira os shows internacionais de 2012
>> Veja os shows que acontecem nesta semana
>> Confira os eventos de Elvis Presley no Brasil
>> Marisa Monte se declara: "São Paulo I Love You"
>>
Zeca Baleiro estreia disco com show em SP

O carioca criado em Minas Gerais surgiu no palco paulista ao som de numerosos aplausos do público que abarrotava o HSBC Brasil. Milton iniciou a apresentação com a bela "Cais", presente em Clube da Esquina, de 1972, celebrado disco lançado pelo coletivo mineiro liderado por Milton Nascimento e Lô Borges.

Lô Borges, o eterno parceiro de "Bituca" (como Milton é conhecido entre os amigos próximos), foi o primeiro convidado especial da noite. O público em êxtase gritava "Lô!", "Clube da Esquina!", "Minas Gerais!". A eterna dupla retribuiu o carinho cantando a clássica "Clube da Esquina nº 2". Depois, Milton deixou os holofotes, se sentou num banquinho e viu o amigo interpretar "Nuvem Cigana" - canção gravada originalmente por Milton em Clube da Esquina - de forma maestral.

Lô deixou o palco e Milton continuou a cativar o público com seu repertório repleto de clássicos e sua voz arrebatadora, como em "Promessas do Sol". Mas a cantoria teve uma pausa especial. Milton e sua afiada banda tocaram a instrumental "Lilia", composta em homenagem à mãe de Milton. "Essa música não tem letra porque nenhum dicionário do mundo consegue explicar o amor que eu sinto por essa mulher", disse o filho dedicado.

A outra convidada da noite, Sandy, é fã declarada de Milton. A cantora fez um bela homenagem a Bituca interpretando com beleza "Morro Velho". Ainda no palco, Sandy fez dueto com Milton em "Nos Bailes da Vida", uma das mais emblemáticas canções compostas ao longo dos 50 anos de estrada de Milton.


Sandy ao lado do ídolo Milton Nascimento

Milton ainda cantou outros clássicos como "Raça" e "Maria, Maria" antes do retorno de Lô ao palco do HSBC Brasil. O álbum Clube da Esquina completa 40 anos em 2012, e Milton e Lô reservaram mais uma parte da apresentação para uma nova homenagem. A dupla cantou "Nada Será Como Antes" de forma animada antes de um dos momentos mais marcantes da noite: o hino mineiro "Para Lennon e McCartney. Os mineiros e não-mineiros gritavam "Sou do mundo, sou Minas Gerais!".

Mais uma vez Milton deixou Lô assumiar as rédeas da apresentação. E seu eterno parceiro, claro, não decepcionou. "O Trem Azul" e "Um Girassol da Cor de seu Cabelo" emocionaram todos os fãs de boa música, todos os fãs de Clube da Esquina.

Milton não queria holofotes. E perto do fim da apresentação, em "Canção da América", o público, a seu pedido, cantou alto e de forma uniforme. Em "Travessia", que encerrou o show, novo retorno de Lô e Sandy. Meio século de história e respeito à música.


Por Anderson Nascimento

Atualizado em 6 Ago 2012.

Mais notícias

Sandy e Junior no Brasil em 2019

Shows

Sidney Magal faz show no Quintal do Espeto Tatuapé no dia 11 de abril; saiba mais!

Shows

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows