Guia da Semana

Depois do sucesso em "Invocação do Mal", "Annabelle" assusta, mas não empolga

Clichês e novidades misturam-se e prometem conquistar os fãs do terror

Uma tendência no mundo do cinema é usar personagens secundários e criar franquias distintas - como foi o caso dos Minions, que saíram da tela de "Meu Malvado Favorito" para viver novas aventuras. No terror, a história não é diferente. A prova disso é a boneca Annabelle, que acaba de ganhar seu próprio filme, após o sucesso em "Invocação do Mal". O longa chega aos cinemas brasileiros na próxima quinta, 9 de outubro, e o Guia da Semana te conta o que esperar. 

Depois de lançar "Sobrenatural", em 2011, o diretor James Wan continuou seguindo pelo caminho do ocultismo e adoração ao diabo, conquistando o público com os sustos de "Invocação do Mal". Ambos os filmes foram inspirados nas histórias do famoso casal demonologista, Ed e Lorraine Warren. Não é a primeira vez que os casos da dupla inspiram o cinema: "Horror em Amytiville" é um exemplo. Acontece que, em "Invocação do Mal", uma personagem em especial roubou a cena: Annabelle. O sucesso foi tanto que a boneca ganhou um filme só dela, desta vez dirigido por John R. Leonetti.

No longa, conhecemos o passado de Annabelle e os acontecimentos que levaram a sua maldição. Inspirado em clássicos do terror, como "O Bebê de Rosemary" e "The Omem", o roteiro aposta nas lendas de seitas ocultistas para criar a sua tensão: nada muito diferente do que vimos em "Sobrenatural", "Invocação do Mal" e outros filmes do gênero. Todos esses nos levam a crer que o terror baseia-se nos mesmos clichês de sempre; a inovação, quando aparece, vem na forma de como a história é contada e de como são usados elementos para prender o fôlego do espectador.

"Annabelle" tenta enganar o público, deixando os sustos para quando se menos espera. Os clichês são revisitados e dão ao roteiro um novo tom. Componentes importantes do terror, como a trilha sonora, aparecem para completar a tensão das cenas. O fôlego, entretanto, tão importante em filmes do gênero, não consegue ser mantido. Salvo longas como o remake de "A Morte do Demônio" ou o inovador "O Segredo da Cabana" (sem contar os independentes, como o chileno "La Casa"), parece que o terror comercial continua enfrentando dificuldades para recuperar o prestígio e apresentar novidades ao público. "Annabelle", entretanto, é uma tentativa que vale a pena conferir.

Como estratégia de divulgação do filme, a boneca usada nas gravações está viajando por São Paulo e estava presente na sessão! 

Atualizado em 6 Out 2014.

Por Ricardo Archilha
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Apresentadores erram e dão Oscar para o filme errado; confira os vencedores

“Moonlight” vence e mostra reação do Oscar às polêmicas de 2016 e a Trump

17 filmes para assistir no NOW durante o feriado de Carnaval

De terror a animação, confira filmes que vão te entreter nesse feriado

Logan: "filme definitivo" do Wolverine chega aos cinemas

Longa marca a despedida de Hugh Jackman do personagem que viveu por 17 anos

Um Limite Entre Nós: filme indicado ao Oscar chega ao Brasil em cima da hora

Longa traz Denzel Washington e Viola Davis em atuações singulares

13 filmes indicados ao Oscar que você pode assistir em casa agora mesmo

Do premiado “A Chegada” ao emocionante “Fogo no Mar”, veja quais são os filmes do Oscar para assistir no NOW

Confira os melhores momentos da passagem de Hugh Jackman pelo Brasil