Guia da Semana

Joe Lynn Turner

Vocalista faz show da turnê The High Gear Tour

Este evento terminou

Joe Lynn Turner

Data 31 Jul 2009-06 Ago 2009
06 de agosto de 2009.

Preço(s) R$ 80 ( 50% de desconto para os 100 primeiros ingressos para o titular do Cartão do Assinante ZH na telentrega. Após, 10% de desconto para sócios do Clube do Assinante Zero Hora)

Horário(s) Quinta, 21h.

Rua Dom Pedro II, 861, 00000-000

Telefone (51) 3363-1111

O vocalista Joe Lynn Turner, que já atuou em bandas como Deep Purple, Rainbow e Yngwie Malmsteen, faz única apresentação em Porto Alegre na turnê The High Gear Tour. Sobre Joe Lynn Turner Vindo de Nova Jersey, JLT teve, em seus anos de formação, participação em diversos grupos, interpretando as canções de super bandas dos anos 70, em especial, o Deep Purple. Sua primeira banda profissional foi um grupo chamado Fandango, no final dos anos 70, com quem gravou 4 álbuns. Sua atuação neste grupo chamou a atenção de Ritchie Blackmore, ex-Deep Purple, na época com sua nova banda Rainbow. Turner foi convidado por Ritchie Blackmore e Roger Glover (ex-Deep Purple na época) a assumir os vocais do Rainbow. Com o Rainbow, ficou de 1981, quando gravou o álbum Difficult to Cure, até a dissolução do grupo, em 1984. Durante este tempo, realizou cinco álbuns com o grupo e gravou hits como Stone Cold e I Surrender. Em 1985, gravou seu primeiro disco solo, Rescue You. Em 1988, juntou-se à banda do guitar hero Yngwie Malmsteen, gravando os discos Odyssey (1988) e Live in Leningrad: Trial by fire. Dedicou-se também a fazer backing vocals e escrever canções para diversos artistas como Bonnie Tyler, Billy Joel, Cher e Michael Bolton. Em 1990, veio o convite para integrar o Deep Purple. Na época, a banda estava sendo reagrupada em torno de Ritchie Blackmore. Com o Deep Purple, gravou o disco Slaves and Masters, mas as tensões entre ele e os membros originais da banda levaram-o a deixar o grupo. Em 1995, gravou seu segundo disco solo, Nothing Changed e apareceu em tributos ao Deep Purple e AC/DC. No final da década ainda lançou dois discos solos: Under Cover (1997) e Under Cover 2 (1999). Durante a atual década, Turner continuou seu legado no mundo do hard rock lançando álbuns solos bastante aclamados pela critica e fazendo turnês mundiais ano após ano. Também tem atuado em um trabalho chamado Hughes-Turner Project, ao lado do baixista e vocalista Glenn Hughes, ex-Trapeze e Deep Purple. A turnê High Gear celebra a refinada forma musical que Turner direcionou sua carreira com outros pesos-pesados do rock´n´roll mundial e reúne músicas de seu trabalho solo e seus grandes sucessos nas bandas que integrou. Ao lado de Joe estão Andy Robbins (USA, baixo, ex-Holy Soldier), Garry King (UK, bateria, ex-Jeff Beck, Paul McCartney, Psychedelic Furs), Beto Peres (Brasil, guitarra), Andres Montoya (USA, guitarra, ex-After Pill, Once Misguided) e Marssal (Brasil, teclados). Foto: DivulgaçãoPontos de venda (a partir de 17/7):Telentrega : 3231 4142 (Segunda a sexta das 9 ao meio-dia e das 14 às 19h). A Place: Av, Voluntários da Pátria, 294 - loja: 150 (Segunda a sexta das 9 às 20h e sábado das 9 às 19h) Zeppelin: Av. Marechal Floriano, 185 - loja 209. Galeria Luza (Segunda a sexta das 10 às 19h e sábado das 10 às 15h) hagah ingressos

Compartilhe

Mapa do local

Powered by ParkMe

Comentários

Explore ao redor

Atelier do Mar

Atelier do Mar

365m

Box 21

Box 21

526m No São João, o Box 21 é um misto de restaurante e bar ideal para curtir com os amigos ou com a família

Galeteria Casa do Marquês

Galeteria Casa do Marquês

600m Galeto ao Primo Canto e rodízio de massas caseiras atraem clientela para a Galeteria Casa do Marquês

Sakura

Sakura

622m

Fuial

Fuial

667m

Bristol Casa do Mocotó

Bristol Casa do Mocotó

668m

Notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças