Guia da Semana
Literatura
Por Lid Capitani

10 biografias imperdíveis para ler (ou reler) na quarentena

Estão na lista biografias de pessoas como Rita Lee, Oprah, Nelson Mandela, Leonardo da Vinci e Bob Dylan.

Fotos: Reprodução/Amazon.com

Pensando na próxima leitura de quarentena? Que tal se inspirar por um dos ídolos mundiais ou nacionais? As biografias são formas de nos aproximar aos nossos ícones, sejam eles estrelas do cinema, cantores, cientistas, inventores, empresários ou ativistas. Através destes livros, conseguimos ter uma maior percepção de quem foram aqueles que tanto admiramos, e ainda podemos perceber o quão humanos eram, por suas falhas, erros e peculiaridades.

Foi pensando nisso que o Guia da Semana preparou uma lista de 10 biografias para você ler, ou reler, durante a quarentena. Confira!

Foto: Reprodução/Amazon.com - Foto 1 | Foto 2


► RITA LEE: UMA AUTOBIOGRAFIA

Rita Lee Jones de Carvalho, mais conhecida como Rita Lee, é cantora, compositora, atriz e rainha do rock brasileiro. Em sua autobiografia, a cantora é sincera até demais, compartilha todos seus momentos mais íntimos de sua vida. Desde a infância e os primeiros passos na vida artística; sua prisão em 1976; o encontro de almas com Roberto de Carvalho; até o nascimento dos filhos, das músicas e dos discos clássicos; os tropeços e as glórias.


► LONGA CAMINHADA ATÉ A LIBERDADE

“Longa caminhada até a liberdade” é a autobiografia de Nelson Mandela, ex-presidente da África do Sul, símbolo da luta contra o Apartheid e resistência. Foi publicada primeiro em 1994, e relata a vida, a educação e os vinte e sete anos que o líder passou na prisão. Ele deixou a seguinte dedicatória do livro "meus seis filhos, Madiba e Makaziwe (minha primeira filha) – ambas já mortas – e a Makgatho, Makaziwe, Zenani e Zindzi, cujo apoio e amor eu valorizo; aos meus vinte e um netos e três bisnetos, que tanta felicidade me dão; e a todos os meus amigos, camaradas e compatriotas sul-africanos a quem sirvo, e cuja coragem, determinação e patriotismo continuam a ser para mim uma fonte de inspiração."

Foto: Reprodução/Amazon.com - Foto 1 | Foto 2


► MINHA BREVE HISTÓRIA

“Minha breve história” conta a vida do grande cosmologista Stephen Hawking, desde sua infância na Londres do pós-guerra até o reconhecimento científico internacional. Foi o próprio Stephen que escreveu, e ainda inseriu fotos pessoais para ilustrar. Você saberá como foi para ele superar o diagnóstico de esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos de idade, a ideia de morte prematura e como compôs sua obra prima, o livro “Uma breve história do tempo”.


► STEVE JOBS: UMA BIOGRAFIA

Steve Jobs foi inventor, empresário e magnata americano no setor da informática. Notabilizou-se como co-fundador, presidente e diretor executivo da Apple Inc. Sua biografia, após sua morte em 2011, foi um sucesso de vendas. As entrevistas com amigos, familiares, colegas, adversários e concorrentes construíram este livro que narra a trajetória do empresário de personalidade forte e polêmica, mas com grande paixão para revolucionar a tecnologia.

Foto: Reprodução/Amazon.com - Foto 1 | Foto 2


► BOB DYLAN —'CRÔNICAS, VOLUME UM'

“Crônicas, Volume Um” é a primeira parte do livro de memórias do cantor e compositor Bob Dylan, que foi dividido em 3 partes. De forma intimista, ele relata seus sentimentos mais profundos em grandes momentos de sua vida, desde sua chegada à Nova York, em 1961, à gravação do primeiro álbum, o ápice da fama, até seu desgosto pelo título “voz de uma nação” e pelos seus seguidores mais fieis.


► KEITH RICHARDS - 'VIDA'

Em “Vida”, Keith Richards destrincha seus momentos mais íntimos, de forma crua e feroz. Ele conta desde a primeira infância, quando cresceu num bairro pobre ouvindo os discos de Chuck Berry e Muddy Waters, até o momento que se uniu a Mick Jagger para formar os Rolling Stones. Keith relata seus momentos de altos e baixos, sua ascensão à fama, as notórias prisões, as mulheres que teve, o vício em álcool e heroína, seu romance com a infame Anita Pallenberg (mãe de três de seus filhos) e a morte trágica de Brian Jones.

Foto: Reprodução/Amazon.com - Foto 1 | Foto 2


► PATTI SMITH - 'SÓ GAROTOS'

“Só Garotos” é o primeiro livro de memórias da cantora Patti Smith. Ela retrata seu conturbado e amoroso relacionamento com o fotógrafo Robert Mapplethorpe. O livro nasceu com o pedido de Robert, que prestes a morrer de AIDS, pediu que ela escrevesse um romance sobre seu relacionamento. Patti relata um pouco de sua infância até o momento que muda para Nova York, em 1967, quando sua vida muda drasticamente. É lá que ela conhece Mapplethorpe e uma amizade/romance de altos e baixos se inicia.


► LEONARDO DA VINCI

O autor de outras biografias clássicas como "Steve Jobs: A biografia" e "Einstein: sua vida, seu universo", Walter Isaacson, volta com mais uma obra definitiva sobre a vida do grande Leonardo da Vinci. Walter traça um perfil novo de Leonardo da Vinci, que ressalta suas características que o elevaram ao status de gênio, sua curiosidade, sua enorme capacidade de observação e uma imaginação tão fértil que flertava com a fantasia. Apesar de tal status, Leonardo é retratado no livro como uma pessoa normal: “filho ilegítimo, à margem da educação formal, gay, vegetariano, canhoto, distraído e, por vezes, herético”.

Foto: Reprodução/Amazon.com - Foto 1 | Foto 2


► VALE TUDO - O SOM E A FÚRIA DE TIM MAIA

Um dos maiores músicos brasileiros definitivamente foi Tim Maia. “Vale Tudo - O Som e a Fúria de Tim Maia” é um livro biografia de 2007, sobre o furacão Tim Maia, escrito pelo jornalista e produtor musical Nelson Motta, amigo e fã de Tim. O livro conta a trajetória deste ícone, desde sua infância e juventude no Rio de Janeiro, a ida aos Estados Unidos, onde foi preso e deportado por roubo e porte de droga, até sua ascensão como artista de MPB e soul brasileiro. O livro depois inspirou o musical de 2012, e o filme, de 2014, sobre a estrela.


► OPRAH – UMA BIOGRAFIA

Kitty Kelley é a autora da biografia da grande apresentadora de TV Oprah Winfrey. Ela conseguiu traçar um retrato confiável e profundo de uma mulher extraordinária, que venceu todas as adversidades para se tornar quem é. Oprah não deixou que nem mesmo a pobreza, o trauma dos abusos sexuais, a discriminação racial ou a falta de um diploma de prestígio ficassem à frente de suas ambições.


Por Lid Capitani

Atualizado em 27 Mar 2020.

Mais notícias

10 livros de suspense para ler em 2020

Literatura

10 livros nacionais recentes para ler em 2020

Literatura

6 romances recentes para ler em 2020

Literatura

10 clubes de leitura em São Paulo para participar se você ama livros

Literatura

7 aplicativos perfeitos para amantes de leitura

Literatura

Santos recebe a maior livraria flutuante do mundo em agosto; saiba mais!

Literatura