Guia da Semana
Literatura
Por Redação Guia da Semana

8 livros de distopias para se aventurar em novos mundos

"Feios", "Divergente", "O Conto de Aia", "1964" e "Admirável Mundo Novo" estão na lista.

Fotos: Reprodução/Amazon

O gênero de distopia é uma categoria que já gerou vários clássicos da literatura como “Admirável Mundo Novo”, “1984”, “O Conto de Aia” e muitos outros. São livros que contam histórias, por vezes fantásticas, de outros mundos, de mundos futuristas, civilizações reorganizadas, e que oferecem reflexões ao nosso modo de viver ou a momentos históricos. Um livro distópico é uma bela forma de incentivar a imaginação e viver uma vida totalmente diferente do que está acostumado.

Pensando nisso, o Guia da Semana fez uma lista com 8 livros de distopias, clássicos e atuais, para você se aventurar em novos mundos. Confira:

Foto: Reprodução/Amazon / Reprodução/Amazon


► "A Seleção", de Kiera Cass

"A Seleção" é uma coletânea de livros que se passa em Illea, um grande país governado por uma monarquia e com a sociedade dividida em castas – da Um à Oito. Ela foi formada após a quarta guerra mundial, no território das Américas. Quando o herdeiro do trono chega a maioridade, ele precisa encontrar uma noiva, e para isso é feito um concurso onde uma garota de cada província vai ao castelo disputar “A Selação”. America Singer é uma garota que nunca sonhou em ser princesa, mas ao participar do concurso, ela acaba se envolvendo com o príncipe.


► Feios, de Scott Westerfeld

"Feios" é uma série de quatro livros que se passa num mundo futurístico, que, após o apocalipse ecológico, as cidades funcionam dentro de bolhas. A nação deste mundo prega pela perfeição, e aos 16 anos, todos os jovens passam por cirurgia plástica para se tornarem perfeitos. Tally e Shay são amigas prestes a completarem 16 anos. Mas enquanto Tally anseia por se tornar perfeita, Shay prefere seguir o caminho dos “fora da lei”, que vivem nas florestas ao redor da cidade. Nessa aventura, Tally descobre que o mundo não é tão perfeito assim.


Foto: Reprodução/Amazon / Reprodução/Amazon


► "O Conto da Aia", de Margaret Atwood

“O Conto de Aia” é o livro de Margaret Atwood que inspirou a série “The Handmaid’s Tale”, da Hulu. É uma distopia clássica, ambientada no futuro em que a religião controla tudo com muito conservadorismo. As divisões sociais são grandes e as mulheres se tornaram inférteis. Àquelas que ainda possuem sua fertilidade são vistas como bens do governo. Offred, a protagonista, perde o marido e a filha e passa a trabalhar numa casa de Elite. Ela luta para não ser massacrada por sua inferioridade feminina e teme virar uma não-mulher.


► "Admirável Mundo Novo", de Aldous Huxley

“Admirável Mundo Novo” é outro clássico da literatura distópica, no qual os humanos são fabricados em laboratórios e criados para seguir as regras ditadas pelo Estado. A sociedade é dividida em castas, de acordo com suas características biológicas, e o indivíduo tem com propósito trabalhar e servir a sociedade.

Foto: Reprodução/Amazon / Reprodução/Amazon


► "Nós", de Yevgeny Zamyatin

"Nós" é um romance distópico escrito pelo autor russo Yevgeny Zamyatin que narra a percepção de um cientista sobre o mundo em que vive. Parte do livro é inspirado na vivência do autor sobre a Rússia entre 1905 e 1917. O cientista reflete sobre a sociedade em que vive, aparentemente perfeita, mas opressora, e tenta lutar contra O Benfeitor, o regente supremo da nação.


► "Delírio", de Lauren Oliver

Trata-se de uma trilogia sobre uma sociedade em que o amor é considerado uma doença, e ao atingir a maioridade, todos precisam passar pelo processo de cura. Após a faculdade, os jovens são designados a seus pares ditados pelo Estado, numa vida sem grandes emoções, baseada no equilíbrio e estabilidade. O governo é opressor e interfere em todos os momentos da vida dos cidadãos. Lena Haloway é uma jovem que, prestes a passar pela cura, acaba se apaixonando. Agora, ela precisa decidir se prossegue com a cura da doença, ou segue seu coração e quebra as regras.

Foto: Reprodução/Amazon / Reprodução/Amazon


► "Divergente", de Veronica Roth

Adaptado ao cinema, a trilogia "Divergente" conta a história de um mundo distópico, dividido em facções, cada uma com suas funções e características. Os jovens precisam passar pelo Teste de Aptidão para determinar qual facção melhor corresponde a sua personalidade. Beatrice Prior tem a difícil decisão de abandonar sua facção de origem, a Abnegação, e viver na facção dos Audácia. Na nova tribo, ela muda de nome e vira “Tris”, e passa por um difícil processo de iniciação. Entretanto, Tris guarda um segredo: ela é divergente, ou seja, apresenta aptidão para mais de uma facção. Os divergentes são perseguidos e exterminados, pois apresentam uma perigosa ameaça ao sistema.


► "1984", George Orwell

"1984" é um romance de distopia escrita pelo britânico George Orwell, que virou clássico da literatura mundial. Escrito em 1948, o livro conta a história deste mundo que vive em guerra constante, vigilância governamental e manipulação pelo Estado. O protagonista, Winston Smith, trabalha para o Ministério da Verdade, que é responsável pela propaganda e pelo revisionismo histórico. Seu papel é reescrever jornais antigos de modo que favoreçam o governo atual. Secretamente, Smith odeia o partido e sonha com uma rebelião contra o Grande Irmão. A ficção distópica explora vários conceitos políticos que foram consagrados pelo livro, como Grande Irmão, duplipensar, crime de pensamento, novilíngua, entre outros.


Fotos de capa: Reprodução/Amazon | Reprodução/Amazon | Reprodução/Amazon

Atualizado em 29 Abr 2020.

Mais notícias

10 livros de terror imperdíveis para quem curte o gênero

Literatura

88 anos de Ziraldo: 10 livros incríveis do escritor para ler o quanto antes

Literatura

10 livros incríveis para dar de presente no Dia das Crianças 2020

Literatura

6 livros da Cidinha da Silva para ler o quanto antes

Literatura

9 livros de Ariano Suassuna para ler o quanto antes

Literatura

10 livros de Cecília Meireles para ler o quanto antes

Literatura
Guia da Semana Premium
Nosso conteúdo na melhor forma!

Aproveite o Guia da Semana de forma mais rápida, sem banners ou publicidade digital!