Guia da Semana

Erros mais comuns nos relacionamentos

Terapeuta de casais dá dicas para aprender com a separação

Terminar um relacionamento não é um momento fácil para ninguém, independentemente do lugar que se ocupa nesse conflito. Mas se existe uma parte boa no fim das relações é a oportunidade de repensar alguns comportamentos e, a partir disso, amadurecer emocionalmente e não repetir as mesmas atitudes nos relacionamentos futuros. 

+ Como superar o fim de um relacionamento
+ Dez alimentos anti-estresse
+ Cinco banhos para atrair o amor

Para a psicanalista e terapeuta de casais Cristiane Maluf Martins, de São Paulo, um relacionamento não pode estar baseado em acertos e erros. "Somos seres humanos e como tais, inevitavelmente, erramos e acertamos. Porém, é importante saber que relacionamentos se baseiam em duas pessoas que se gostam, se respeitam, querem estar juntas e vão fazer de tudo para que esse vínculo dure. Se essa premissa estiver clara para os pares, eles vão se dedicar e investir no relacionamento", aposta.

Ainda de acordo com a especialista, a condição básica para uma relação ter sucesso é a admiração que os parceiros devem ter um pelo outro. "Mas essa admiração não tem a ver com idealização, pois na idealização criamos um personagem que quase sempre não é real - e isso é muito frustrante para ambas as partes. A admiração é aquela em que as qualidades do outro são maiores que os defeitos.E, independente de estar com raiva do outro por algum motivo, os parceiros deverão deixar sempre essa admiração prevalecer. Sob o aspecto psicoterapêutico, esse é o grande alicerce de relacionamentos de sucesso", explica. 

Comportamentos nocivos

Mas, para além das atitudes positivas, algumas posturas colaboram para o término de qualquer relação amorosa. "O ciúme é o pior inimigo do amor. Ele está diretamente ligado a insegurança, baixa autoestima e ao abuso de poder fantasioso que a pessoa acredita que tem sobre o outro. Porém, ele separa, afasta, isola e escraviza o parceiro, tornando o relacionamento insustentável. Outro quadro nocivo é a mulher considerar seu parceiro como se fosse seu pai. Pai você já teve e, se não teve, não busque isso no seu companheiro - o desejo de ter um pai é exclusivamente seu. Isso é válido também para o homem que não deve considerar a mulher como se fosse sua mãe". 

Outro fator relevante para o término dos relacionamentos, de acordo com a psicanalista, é a falta de entendimento que qualquer relação saudável deve ser uma via de mão dupla. "Um relacionamento sem troca está fadado ao fracasso, uma vez que, em algum momento, uma das partes vai se sentir prejudicada. O individualismo, a competição, a acomodação e a rotina também geram um desgaste na relação. Amar é estar inteiro no relacionamento, mas sem abrir mão da própria individualidade". 

Atualizado em 1 Set 2014.

Por Conceição Gama
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Olimpíadas 2020: Goku, do "Dragon Ball Z", pode ser embaixador dos Jogos no Japão

Apesar de nenhum anúncio oficial, o rumor está circulando na internet!

Harvard disponibiliza curso online e gratuito de fotografia

Programa constitui em 12 módulos que vão de práticas básicas ao uso de softwares de edição

"Ai, misericórdia": você precisa conhecer o novo meme das redes sociais

Dos mesmos criadores de "Eta, Giovana", apresentamos o novo hit da internet

Com Super Mario e Zelda, novo videogame da Nintendo será lançado em março

Switch, misto de videogame de mesa e console portátil, sairá por US$ 299

10 dicas infalíveis para curtir ao máximo os bloquinhos de Carnaval de rua

Temer aprova lei que cobra impostos de serviços como Netflix e Spotify

Serviços de streaming passam a entrar na lista de cobrança do ISS