Guia da Semana
Receitas
Por Redação Guia da Semana

Receita de sucesso

Famosos investem no ramo da gastronomia e associam nome e imagem a lugares de qualidade.

Às vezes você nem imagina, mas aquele restaurante que serve sua massa preferida, tem aquele corte de carne impecável e os recheios de pizza que mais gosta, pode ser de um famoso que você admira muito.

Muitas celebridades se colocam à frente de negócios e, paralelos à vida artística,  investem no mercado gastronômico. A fórmula para que essa nova empreitada dê certo é bem simples: aliar nomes já conhecidos a lugares de qualidade que têm de tudo para virar points badalados e bem frequentados.

Investindo nesse segmento, figuras como Fernanda Lima, Bruno Gagliasso, Paulo Vilhena, Chitãozinho e Xororó e João Armentano montaram ou associaram-se a comércios que, assim como suas carreiras artísticas, fazem grande sucesso.

A churrascaria dos sertanejos

Foto: Divulgação


Se na música eles formam uma das duplas sertanejas mais reconhecidas do Brasil, no ramo da gastronomia eles não perdem em nada no quesito sucesso.Querendo expandir seus negócios além da música, a dupla Chitãozinho e Xororó criou em 1994 o grupo Montana Grill. Com quatro casas - espalhadas por São Paulo, Goiânia, Campinas e Porto Alegre -  os irmãos mostraram ter faro para o empreendimento e abriram em 1997 a rede de grelhados fast food Montana Grill Express, que possui 78 unidades em funcionamento. Além disso, eles também contam com o Montana Steaks, um conceito de restaurante à la carte, do autentico tipo steakhouse.

A Montana Grill possui rodízio de carnes como picanha, leitão à pururuca e javali, além do costelão assado por doze horas e paleta de cordeiro. A casa também conta com bufê de saladas e pratos como frutos do mar, sushi, sashimi e bacalhau gratinado. O investimento na área gastronômica não para por aí. O grupo vende a cada ano um total de 6,24 mil toneladas de carne nas churrascarias, nos restaurantes Express, na casa de carnes e com a marca Montana Premium Beef, vendida em supermercados.

Gastronomia casual

Foto: Divulgação


Localizado no centro gastronômico da Rua Amauri, bairro do Itaim, São Paulo, o restaurante Ecco é uma combinação de restaurante e pizzaria e tem como um dos sócios o arquiteto e decorador João Armentano. Sob o comando do chef Francisco Chagas, apresenta uma cozinha criativa e diversificada com mais de quarenta opções de pratos nas versões tradicional e light. O cardápio reúne opções variadas durante o almoço e no jantar as pizzas são o sucesso da casa.

Com 10 anos de existência, o Ecco oferece um ambiente amplo e aconchegante, exaltando a linha de restaurante casual. O local ainda possui uma sala reservada projetada para acomodar até 12 pessoas e perfeita para ocasiões que pedem privacidade.

Indicação do chef:

Salada Luck
Ex-sócio da casa, o apresentador Luciano Huck serviu de inspiração para um prato de salada. Com ingredientes que o apresentador pedia para montar a sua, o chef decidiu montar o prato em sua homenagem. A salada leva frango desfiado, alface americana, tomate, alcachofrinhas, palmito, cenoura, palha e parmesão ao molho mostarda.

O restaurante japonês de Paulo Vilhena

Foto: Getty Images


Com iluminação especial, grafite nas paredes e espaço exclusivo para músicos, o restaurante japonês Butoh tem a cara dos seus proprietários, um deles o descolado ator Paulo Vilhena. A frente da casa desde 1999, o empresário Alberto Telles Júnior recebeu Vilhena como sócio e, juntos, deram uma mudada na casa e no cardápio. O espaço oferece a tradicional culinária japonesa, como o sushi, sashimi e tempurá, e uma de suas especialidades é o maki-t, um enrolado com recheio de salmão, cebolinha e kani frito coberto com ovas de peixe e molho agridoce.

A comida natureba de Fernanda Lima

Foto: Divulgação


Vegetariana, a apresentadora Fernanda Lima encontrava dificuldade em achar um lugar para quem só come verde. Com os amigos e chefs Helena Rizzo e Daniel Redondo à frente da cozinha, a atriz, junto com os empresários Pedro Paulo Diniz e Giovana Baggio inaugurou em março de 2006 o Maní, restaurante de comida natural. No cardápio, uma comida bem contemporânea e saudável, à base de produtos frescos e orgânicos.

Mesmo sem gostar de carne, Fernanda não deixou de incorporar ao menu opções de pratos com a especiaria. Com influências das culinárias italiana, espanhola, japonesa, brasileira e da boa "comida da vovó", todas as carnes do cardápio são de origem orgânica e acompanhadas por molhos preparados a partir de um liquido principal, ligado com azeite de oliva extra virgem e agar-agar, uma alga marinha espessada.

O clima natural do Maní não fica só por conta da comida. Sua decoração moderna tem mesas ao ar livre e um terraço coberto com uma mesa comunitária no jardim.

Indicação da chef:
Salmão grelhado com emulsão de maça verde, saladinha de ervas e azeite de baunilha, e o risoto de cevadinha com verduras e espuma levedura.


Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

10 receitas para quem gosta da combinação 'presunto e queijo'

Receitas

12 receitas fáceis e praticas para fazer na panela de pressão

Receitas

15 receitas feitas com pão que vão te surpreender

Receitas

Aprenda a fazer molho pesto caseiro

Receitas

10 receitas saborosas e fáceis de fazer com pepino

Receitas

Como fazer uma deliciosa empanada caseira

Receitas